Moussaká

Um simbolo da culinária grega, você pode argumentar que não há nada melhor do que uma verdadeira moussaka caseira. Mas esse prato é originário da Grécia ou a diáspora grega proliferou a associação com sua cultura?

Por Stayros Kyriopoulos

Ingredientes:

  • 350 ml de óleo de soja para fritar
  • 8 berinjelas médias
  • 5-6 batatas médias
  • 1,5 kg de carne moída
  • 2 cebolas médias
  • 100 gramas de azeite
  • 2 gemas de ovos
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • Uma pitada de açúcar
  • 3 paus de canela
  • 2-3 folhas de louro
  • 4-5 cravos
  • 3 ramos de tomilho fresco
  • 4-5 grãos de bahari (pimenta jamaicana)
  • 2 latas pequenas de massa de tomate
  • 1 lata de tomate pelado em pedaços
  • 1 copo de vinho branco
  • Meio maço de salsinha finamente picada
  • 300 ml de caldo de legumes

Cortar as berinjelas no sentido longitudinal e as batatas.
Em uma frigideira com óleo bem quente fritar as berinjelas e depois as batatas e deixar escorrer.
Reservar.

Carne moída

Em uma panela colocar o azeite e esquentar bem, coloque a cebola e deixe refogar bem
Em seguida coloque a carne moída, tempere com sal e pimenta a gosto e refogue até ficar com a coloração acinzentada.
Acrescente o vinho e deixe o álcool evaporar.
Em seguida coloque os temperos.

Sugestão: Coloque todos os temperos, o louro, os cravos, a canela, os ramos de tomilho e o bahari, em um saquinho de tecido, para que fique mais fácil sua posterior retirada, pois só fazem parte do cozimento da carne.
Acrescente o extrato de tomate e os tomates em pedaços.
Junte o caldo de legumes e deixe cozinhar por 30 a 45 minutos.
Quando estiver cozido deixe esfriar um pouco e acrescente as 2 gemas de ovos e a salsinha picada.
Reserve.

Creme Bechamel

Ingredientes:

  • 150 gramas de manteiga
  • 6 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 litro de leite
  • 1 gema de ovo
  • 2-3 pitadas de noz moscada
  • Pimenta branca a gosto

Em uma panela pequena derreta a manteiga e adicione a farinha mexendo bem e não deixe queimar.
Vá acrescentando o leite e mexendo para misturar a farinha.
Quando tiver um creme homogêneo deixe esfriar por 3 minutos.
Acrescente a gema de ovo e tempere com sal, pimenta branca e rale a noz moscada a gosto.
Está pronto.

Montagem

100 gr. de queijo parmesão ralado.
Em uma forma grande unte o fundo com azeite.
Faça uma cama com as batatas, tempere com sal pimenta e um pouco de queijo parmesão ralado .
Faça uma camada de carne moída. Em seguida acrescente as berinjelas temperando com sal, pimenta e um pouco de queijo ralado e uma pitada de açúcar.
Agora acrescente o creme Bechamel espalhando por toda a superfície. Salpique o queijo ralado e leve ao forno aquecido a 200⁰ e asse por 30 a 40 minutos.

Moussaka é uma caçarola de carne e berinjela assada coberta com uma espessa camada de molho bechamel que fica crocante e dourada. Existem várias versões, algumas que empregam o uso de outros vegetais, como a abobrinha ou a batata. Hoje em dia, a moussaka é provavelmente a mais conhecida de todas as comidas gregas, ao lado do giro e do souvlaki; no entanto, também está presente nos Bálcãs e na Turquia, mas sua versão não é em camadas e inclui carne picada. Mas de onde será que se originou?

Ninguém sabe a origem exata da moussaka, embora se acredite que os árabes introduziram o prato quando trouxeram a berinjela para a região.

A pesquisa aponta para um livro de receitas árabe medieval, A Baghdad Cookery Book, no qual um historiador de alimentos encontrou uma receita do ancestral da moussaka, relacionada ao musakhkhan, uma variante da região de Levante.

Aqui está um trecho da receita, como encontrado em um artigo sobre o mesmo assunto, escrito por Clifford A. Wright:

MAGHMUMA ‘Cortar carne gorda pequena. Corte a cauda fina e pique pequeno. Pegue cebolas e berinjela, descasque, ferva e também corte em pedaços pequenos; no entanto, eles podem ser descascados e cortados no pote de carne e não devem ser fervidos separadamente. Faça uma camada da cauda na parte inferior da panela e, em seguida, coloque sobre ela uma camada de carne: deixe cair os temperos finos, coentro seco, cominho, alcaravia, pimenta, canela, gengibre e sal. Em cima da carne, coloque uma camada de berinjela e cebola: repita, até que apenas cerca de quatro ou cinco dedos permaneçam no pote. Polvilhe sobre cada camada os temperos do solo, conforme necessário. Misture o melhor vinagre com um pouco de água e um pouco de açafrão, e adicione à panela de modo a ficar a uma profundidade de dois ou três dedos em cima da carne e outros ingredientes. Deixe descansar sobre o fogo: depois remova.

Em anos mais recentes, porém, Turabi Efendi publicou o Livro de Culinária Turco em 1862, onde a primeira receita de moussaka pode ser encontrada.

Em 1920, sob ocupação otomana, Nikos Tselementes, um chef grego de Sifnos nascido em Constantinopla e educado na França, conhecido pela modernização da culinária grega, decidiu “limpar” a culinária grega de qualquer influência turca. Com a moussaka, ele acrescentou o molho béchamel francês na tentativa de europeizar o prato.

Portanto, a moussaka que conhecemos hoje é uma versão modernizada e europeia de um prato de origem árabe, introduzida na Grécia através da Turquia. Quem sabia?

Fonte: www.theculturetrip.com/ Ethel Dilouambaka – 07/10/2016.

Foto de abertura: soso.gr / Pinterest

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Conheça outras receitas gregas

Spanakopita me tiri

A spanakopita pode ser feita com queijo. A feta é o queijo tradicional da Grécia utilizado nesta receita. No entanto, a gente sabe como pode ser difícil encontrar esse tipo de queijo por aqui. Mas isso não é motivo para deixar de fazer essa delícia, basta substituir o feta pelo minas ou ricota!

continue lendo »