Banda Kostakis Elliniki Kompania

Matando um pouco da saudade! Live da Banda Kostakis Elliniki Kompania realizada no dia 27 de Março diretamente do Salão da Coletividade Helênica de São Paulo.

Por Paulo Theodori

Datas cívicas se aproximando, seja o 25 de março, ou o 28 de Outubro, os gregos de São Paulo já começam a se perguntar quando e onde será a festa que marcará a celebração com muita dança e música.

Se a pandemia do Coronavirus obrigou a ficarmos isolados em nossas casas, não nos impediu de comemorarmos os 200 anos da Revolução Grega iniciada em 1821. Foram diversas as iniciativas e tantas outras que ainda estão por vir, organizadas principalmente pela parceria Coletividade Helênica de São Paulo, Federação das Coletividades Helênicas do Brasil, Consulado Geral da Grécia em São Paulo e Embaixada da Grécia no Brasil, mas ainda faltava uma coisa! Responder positivamente à famosa pergunta “Vai ter Kostaki?”.

Precisávamos disso e foi possível através da Live, realizada no dia 27 de março, direto do salão da Coletividade, de onde pudemos levar alegria e matar um pouco da saudade de mais de 200 pessoas conectadas aos nossos canais do Facebook e Youtube, que durante a transmissão, além dos comentários, pediam músicas que gostariam de ouvir e, na medida do possível, eram atendidas pela banda.

Apesar de alguns problemas técnicos enfrentados, se sobressaíram a boa música grega apresentada pelo grupo e a descontração de Yakko Sideratos, que como nosso mestre de cerimônias, o que nos permitiu não apenas reviver um pouco do que gostaríamos, mas também esquecermos, mesmo que por alguns instantes, a situação complicada em que vivemos atualmente.

Yakko Sideratos
Foto: Stylianos Moyssiadis
Video: Stylianos Moyssiadis

A nossa apresentação contou também com os discursos do Embaixador da Grécia no Brasil, Sr. Ioannis Pediotis, do Cônsul Geral da Grécia em São Paulo, Sr. Stylianos Hourmouziadis, do Pároco da Catedral Ortodoxa Grega de São Pedro em São Paulo, Pater Giorgos Kostopoulos e do Presidente da Coletividade Helênica de São Paulo e da Federação das Coletividades Helênicas de São Paulo, Stavros Kyriopoulos, além de apresentações gravadas em festas anteriores do Grupo Pediléa, que por questões óbvias de segurança, não pode se reunir no momento.

Perdeu a Live ou ficou com vontade de assistir de novo? Vai no canal do Youtube ou no Facebook da Coletividade Helênica e veja quantas vezes quiser!

Produção da Live: Pegassus

Ao fim da apresentação, o casal Kosta e Jamila anunciou que este seria a sua ultima apresentação no Brasil, pois iriam para Portugual morar com o restante da familia.

Foto: Stylianos Moyssiadis

“Hoje, dia sete de maio de dois mil e vinte um, partiu um amigo, um amigo de toda a comunidade grega. Não só de São Paulo, mas de várias cidades no Brasil.

Ele atravessou o Atlântico para viver junto às suas filhas e netos. Foi para terras Lusitanas.

Vamos sentir muita saudade, vai deixar um vazio em nossos corações e almas.

Ele que alegrou nossas festas cívicas, nossos casamentos, aniversários, batizados e qualquer evento que fosse convidado. É dos maiores músicos gregos que o Brasil já conheceu. Uma pessoa sensível e querida por todos que o conheceram.

Particularmente, nos anos 80 e 90, não havia sexta-feira ou sábado, mesmo tendo outro programa, sempre passava pelo Olímpia ou Zorbás, não importa o nome que tivesse. O importante era ir ouvir o Kostaki, dançar ao som de seu inseparável “bouzouki”. Nem que fosse às 6:00 hs da manhã, tinha que bater meu cartão de ponto. Encontrar os amigos e dançar um Kalamatino, um Xassapiko, um Zeibekiko. Qualquer ritmo que fosse. E na hora que ouvíamos ele tocar a música “Tô Minore tis Avghis”, sabíamos que estava na hora de irmos embora. E nós sempre pedindo mais uma…..

Foram muitos momentos alegres que ficarão para sempre em nossos corações. Kostaki e Jamile, boa viagem e que sejam felizes na nova vida que  se inicia. Beijos.”

Stayros Kyriopoulos – Presidente da Coletividade Helênica de São Paulo

Foto de abertura: Stylianos Moyssiadis

Confira outros últimos eventos

O Tavli

O jogo de tabuleiro favorito e mais antigo da Grécia, que remonta aos tempos antigos.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin